sábado, 26 de setembro de 2009

Os onze "mortos" na explosão em Santo André.

Sexta-feira, dia 25, uma longa tarde na porta do 3º Distrito Policial de Santo André. A delegacia fica numa casa modesta e tem uma placa com horário de funcionamento!!! Até às 19h!!! Depois disso, tá fechada!!! Dá pra acreditar nisso? Mas não era isso que eu queria contar...
Estávamos em vários repórteres reunidos na calçada, a espera de informações sobre o depoimento de testemunhas da explosão da casa de fogos de artifício, que aconteceu na quinta-feira, dia 24. Dois mortos e mais de dez feridos. Essas horas sempre para alguém pra conversar, xingar, dizer o que pensa, etc...
Lá pelas 4 da tarde, um senhor parou. Uns 60 anos, óculos de lentes grossas, camisa pra fora da calça... já soltou um petardo: "Vocês ontem mataram ONZE na explosão!! Hahahahahahaha!! Por isso que não precisa mais de diploma pra ser jornalista!! Hahahahahaha!!" Caiu todo mundo na risada. E apesar da piada, ele estava certíssimo. A imprensa cometeu (mais) esse erro.
Mas vamos colocar "os pingos nos i's". Emissoras de TV e rádio, internet todo mundo errou. Mas o número foi divulgado pela Prefeitura de Santo André. Começou com onze mortos, caiu pra seis, depois pra quatro e, finalmente, fechou em dois!! Mas o senhor de Santo André tem razão. Independentemente de quem divulga uma informação como essa, é sempre bom checar, não é? É verdade que a corrida pra ver "quem dá primeiro" é cada vez mais insana... mas mesmo assim. Era só checar com os Bombeiros e com o IML. Dois telefonemas, mais 3, 4 minutos não fariam diferença. Mas em vez disso, amargamos mais um erro e uma certa vergonha com a gargalhada do senhor de Santo André.

Nenhum comentário:

Postar um comentário