sábado, 1 de maio de 2010

Uma mulher na janela contra 22 jogadores

Plantão de sábado nunca é bom. Mas quando a matéria é sobre futebol, confesso que o dia fica mais leve. Começamos cedo hoje, às 7h30, pra cobrir o treino do Santo André, que vai jogar com o Santos a final do Paulistão.
O treino foi no CT do Barueri, na Grande São Paulo. É um local modesto, mas acolhedor. Os jogadores do Santo André, de bem com a vida, fizeram uma baita bagunça no último "rachão", um bate bola recreativo. Teve pose pra foto e até fogos. Os vizinhos é que não gostaram muito.
Numa casa bem em frente, surgiu uma bandeira do Santos na janela. Até aí, tudo bem. O pior foi a voz incansável de mulher. Digo voz, porque ela não aparecia na tal janela. Só gritava:
- "Santos! Santos! O Neymar, sem um olho, vai f... vocês!!!"
- "Peixe, peixe!!"
- "Seus 'caipira', 'perna de pau'!"
Quando algum jogador do Santo André errava um chute, ela soltava uma escandalosa e divertida gargalhada na janela.
- "Hahahahahahahahahaha..."
E gritava:
"Vai tomar no ... burro, burro, burro!"
Parecia um disco quebrado de tanto que ela repetia. Quarenta, cinquenta segundos de "burro, burro, burro", sem parar. Imaginou?
Fim de treino e a mulher não tinha sossego. Aí, alguns jogadores perderam a esportiva:
- "Vai pro tanque, vai lavar banheiro, dona!!"
- "O feijão vai queimar!!"
- "Aparece aí na janela! Você é gorda, né??"

Nenhum comentário:

Postar um comentário