quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A lição de 2010

Tenho quebrado a cabeça para escrever nos últimos dias. Mas a verdade é que não tenho nenhuma história boa pra contar. Plantão de fim de ano é sempre igual. Tem matéria da corrida de São Silvestre, sobre a rodoviária lotada e depois fecha com a posse dos governadores (essa costuma render bons 'causos'). Mas enquanto o dia 1º não chega, queria falar das lições que o jornalismo aprendeu (ou deveria ter aprendido) em 2010.
A principal delas está na seguinte frase: "A imprensa precisa parar de achar que não pode ser criticada, porque toda vez que é criticada diz que é censura". A declaração é do presidente Lula, que cometeu muitos erros nos últimos anos, certamente. Mas esse é um acerto. O presidente também disse que a imprensa não pode apresentar uma versão "vesga" dos fatos. Ele quis dizer que uma mesma notícia é dada de diversas formas diferentes. Vai dizer que isso não acontece todos os dias??

Nenhum comentário:

Postar um comentário