terça-feira, 22 de março de 2011

A volta pra casa

Com o grande movimento do aeroporto de Tóquio, a saída do nosso vôo foi transferida para Osaka. Tivemos que pegar o famoso 'trem bala' pra começar nossa volta pra casa. No total, foram 36 horas de viagem até Cumbica, em Guarulhos, São Paulo.

O trem bala: Tóquio - Osaka

Queria deixar um enorme agradecimento às tantas mensagens de boa sorte e preocupação. Costumo dizer que a maior vitória é voltar pra casa. Pra nós, Ronaldo Dias e eu, ficaram uma grande experiência e uma lição de vida inesquecível. O mesmo vale para o nosso intérprete, Valdecir Shiroma, que ficou no Japão. Apesar da enorme tragédia, temos certeza de que o Japão estará refeito rapidamente, antes do que muitos imaginam. Eles estão muito à frente. Até na cobertura da imprensa. Enquanto o mundo só falava repetidamente dos riscos de vazamento na usina nuclear de Fukushima, os japoneses estampavam nas primeiras páginas dos jornais fotos de pessoas reconstruindo suas casas.

2 comentários:

  1. Não há dúvidas Japão irá superar tudo isso. Num piscar de olhos.

    Tenham uma boa viajem de regresso.

    AbraçoZzz

    ResponderExcluir
  2. Que bom que chegaram bem.
    Agora é bola pra frente e torcer pelo Japão.
    Os japoneses são "sugoi"!


    (sugoi é uma expressão usada quando queremos elogiar algo ou alguém, tipo: "nossa! fantástico!")

    Abraços do Japão, Flávia e Shiroma

    ResponderExcluir