terça-feira, 12 de abril de 2011

Fortaleza do Tráfico 2

Nossa idéia em voltar ao mesmo local pra ver se algo tinha mudado depois da primeira reportagem é um exercício que deveríamos fazer mais: o de checar se alguma coisa aconteceu. Na maioria das vezes, não fazemos isso porque a matéria se torna quase que uma repetição. E talvez seja verdade. Mas se o que a gente faz não provocar nenhuma uma mudança (por menor que seja), a pergunta "PRA QUÊ?" vai continuar ganhando cada vez mais espaço em nosso dia-a-dia.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário