sábado, 24 de setembro de 2011

Mais uma vergonha

Muitos jornalistas (entre eles, eu) passaram a sexta-feira na porta do Cemitério das Lágrimas, em São Caetano do Sul, no ABC paulista, onde o menino D.M.N, de 10 anos foi enterrado.


D.M.N. se matou na quinta-feira depois de atirar em uma professora. Foi chamado em muitos telejornais de manco, agressivo e vítima de buyling pelos detetives da nossa imprensa. A coitada da professora, segundo jornais, era exigente demais (como se isso fosse um defeito). Foram dezenas de informações erradas. Mas ninguém pediu desculpas ou assumiu o erro no dia seguinte. A pedido da família do menino, os jornalistas não puderam entrar no velório e no enterro. A placa na entrada do cemitério é antiga, mas parece feita por encomenda. Com todo respeito aos animais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário