sexta-feira, 30 de março de 2012

A Assembléia de SP e a pirataria

Hoje quem escreve é o companheiro e grande amigo Leandro Calixto:

"Um verdadeiro feirão popular. Assim pode ser definida a comercialização de produtos piratas nas dependências da Assembléia Legislativa de São Paulo. Durante uma semana, o titular deste blog, o cinegrafista Claudenir Puga e esse produtor registramos a venda livre de CDs e DVDs nas dependências da Assembléia. O descaso é tão grande que os marreteiros conseguem comercializar os produtos com tamanha facilidade nos gabinetes dos parlamentares. A promiscuidade entre as duas partes com a chamada Casa do Povo chega a embrulhar o estômogo. Demonstrando grande intimidade com os 'nobres' deputados e seus assessores, os marreteiros até servem cafezinho para quem deseja comprar CDs e DVDs piratas. Como sempre, sobrou apenas para os mais 'fracos'. Após nossa reportagem, dois vendores foram detidos. Com eles, a polícia apreendeu mais de mil produtos ilegais. Agora, como diz o mestre e apresentador Joseval Peixoto, falta a polícia prender os grandões. O pessoal de cima. E colocar todo mundo no papel. Todo mundo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário