sexta-feira, 20 de julho de 2012

Crueldade sem fim

Quando decidimos voltar a falar sobre os moradores de rua de São Paulo tínhamos certeza que veríamos a mesma situação que mostramos há oito meses, em outra série de reportagens: guardas civis metropolitanos agredindo moradores de rua para "limpar" o centro da cidade a qualquer custo. Tínhamos razão. Mas encontramos também algo pior ainda. Como se não bastasse bater ou usar o gás de pimenta, os guardas estavam (ou estão) retirando o pouco que essas pessoas têm. Em pleno inverno. Cobertores, roupas, colchões, documentos, tudo... Todos os dias. Os guardas e o Ministério Público garantem que as ordens são da própria Prefeitura. Dizer o quê? Crueldade sem fim, pra parar por aqui...
Abaixo, as duas reportagens.





Nenhum comentário:

Postar um comentário